Somos a voz para o mundo de que no Brasil é possível produzir carne com manutenção da biodiversidade.

O GTPS, Mesa Brasileira de Pecuária Sustentável, é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 2007, pela reunião de representantes dos seis elos da cadeia produtiva da pecuária.

A partir da construção de uma agenda positiva, assumimos o compromisso com o desenvolvimento sustentável da pecuária, por meio da articulação de cadeia, disseminação de informação e apoio à melhoria contínua da atividade, levando em consideração o equilíbrio entre os pilares econômico, social e ambiental.

Desenvolvemos ferramentas práticas, aplicáveis ao cenário brasileiro, baseadas em indicadores, que permitem acompanhar e analisar a evolução da pecuária sustentável, além de divulgar boas práticas dando visibilidade a ações e iniciativas de sustentabilidade.

Atuamos na condução de grupos de trabalho permeados pela discussão multissetorial e que têm como propósito chegar a acordos e entendimentos sobre temas divergentes e ou de interesse do setor.

Somos uma das poucas organizações que continua promovendo o diálogo entre todos os atores da cadeia produtiva, em um sistema no qual todos são ouvidos e participam de forma igualitária. Esse diferencial só é possível porque temos a transparência como princípio fundamental de nossa existência.

REFERÊNCIA INTERNACIONAL

Nosso modelo motivou iniciativas em outros países. Fomos reconhecidos com certificado de excelência internacional para sustentabilidade e representamos o Brasil na ONU.

A diversidade de pessoas e ideias, como um hub, é nosso principal ativo para motivar ações práticas para a intensificação sustentável:

  • Integração lavoura-pecuária-floresta
  • Manutenção da floresta em pé
  • Pagamento por serviços ambientais

Também inspiramos iniciativas internacionais, como a Mesa-Redonda Global da Carne Bovina Sustentável (Global Roundtable for Sustainable Beef – GRSB) – da qual somos membros ativos, além da formação de grupos em outros países.

O conhecimento profundo da cadeia produtiva pecuária, somado à habilidade de integrar o setor com transparência e proporcionando ferramentas aplicáveis, nos torna únicos em busca da pecuária sustentável.

Nossa Missão

Promover o desenvolvimento da pecuária sustentável por meio da articulação da cadeia, melhoria contínua e disseminação de informação.

Como uma entidade sem fins lucrativos, o GTPS e todos os seus membros assumem o compromisso com o desenvolvimento sustentável da pecuária por meio da articulação de cadeia, da disseminação da informação e do apoio à melhoria contínua, buscando o equilíbrio entre os pilares econômico, social e ambiental.

Se hoje temos um propósito bem definido e longevidade, devemos à nossa história e aos atores que participam dela, como também às nossas ações.

[ Nossa história ] [ Nossos Associados ] [ Nossas iniciativas ]

Valores GTPS

Melhoria contínua

Transparência

Boas práticas agropecuárias

Adequação legal

Quem faz o GTPS

Nos organizamos de forma sistêmica, instigando o diálogo multissetorial para somar o maior número de colaborações, ouvindo as diversas vozes e respeitando os posicionamentos.

CONSELHO DIRETOR

É formado por dois representantes de cada um dos seis grupos de associados: produtores, instituições financeiras, indústrias, sociedade civil, insumos e serviços e varejos e restaurantes. Os mandatos têm a duração de três anos, com renovação anual de 1/2 dos conselheiros de cada categoria.

ASSEMBLEIA

Pelo menos duas vezes ao ano, todos os associados se reúnem para uma discussão democrática em ambiente diverso para apreciação do que foi realizado no ano anterior e para as definições do ciclo seguinte. Essa estrutura de governança permite voz a todos os que participam do GTPS.

Gerência

Frentes de atuação

Nossas atividades englobam três eixos de atuação:

Tem o propósito de expandir a adesão ao Guia de Indicadores da Pecuária Sustentável (GIPS), para que seja reconhecido como uma ferramenta de fomento e apoio à produção sustentável.

Seu propósito é a análise contínua de resultados, revisão e simplificação do Guia, com uso de ferramentas de análise de dados (BI), de forma que evidências regionais, a partir dos dados, possam direcionar esforços estratégicos.

Inteligência técnica da organização, para que tenha posicionamento atualizado, coerente e baseado na ciência sobre os temas diretamente relacionados à sustentabilidade.

São discutidos assuntos atuais de maior interesse da cadeia como iniciativas sustentáveis, mudança do uso da terra, bem-estar animal, tecnologia e inovação na pecuária e balanço de carbono.

Estabelece as estratégias de divulgação e comunicação para que os posicionamentos, iniciativas e ferramentas em andamento no GTPS possam chegar ao maior número de pessoas dentro dos públicos-alvo.

Busca também relacionamento com o público jovem e a organização de eventos.