Clipping
21.12.22

Santander Brasil concede novo financiamento vinculado a metas ESG de R$ 40 milhões à BSBIOS

As operações incluem contrapartidas sociais e ambientais como parte do Programa de Fornecedor Sustentável 2SC da empresa com bônus de crédito de carbono

O Santander Brasil concedeu um novo financiamento de R$ 40 milhões vinculado a compromissos ESG à BSBIOS. Esta é a segunda operação desta natureza efetivada entre Santander e BSBIOS este ano – a primeira, em julho, foi de R$ 60 milhões, que somados ao novo montante totalizam R$ 100 milhões. Os recursos estão sendo investidos no aperfeiçoamento das operações da BSBIOS, maior produtora de biodiesel do Brasil. Entre as contrapartidas acordadas para a transação estão a ampliação do projeto social de coleta de óleo de cozinha usado, em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, e a implantação do Programa Crédito de Fornecedor Sustentável 2SC, com desenvolvimento sustentável da cadeia de fornecimento e bônus de crédito de carbono.

O Santander é pioneiro no mercado de empréstimos atrelados a metas de sustentabilidade no Brasil. O Santander tem como propósito apoiar seus clientes em soluções para seus negócios baseadas nos princípios da agenda ESG, atuando como banco estruturador, financiador e garantidor de projetos para setores estratégicos na descarbonização da economia, como o de biocombustíveis. Para a operação da BSBIOS, a opção foi estruturada como um Sustainability Linked Loan. Neste modelo, o Banco oferece um incentivo ao cliente (redução da taxa de juros da operação) mediante cumprimento de metas para indicadores ambientais, sociais ou de governança preestabelecidos em contrato.

“O bom andamento da primeira operação nos encaminhou para a realização desta nova transação. Um dos seus diferenciais é a implantação de um programa que abrange a cadeia de fornecedores de uma forma mais ampla, que é um tema bastante material para o setor. Cada indicador é avaliado considerando a realidade do negócio, sempre buscando uma evolução do desempenho socioambiental do cliente”, afirma Alex Sciacio, head de green finance do Santander Brasil.

“O objetivo do Programa 2SC é construir juntamente com os parceiros da BSBIOS uma cadeia de fornecimento de matéria-prima sustentável para a produção de biocombustíveis, que atendam as demandas dos mercados interno e externo”, explica Erasmo Carlos Battistella, Presidente da BSBIOS, ressaltando que a ação fortalece a relação da empresa com os fornecedores. A iniciativa está alinhada com os princípios de sustentabilidade, com o objetivo de aumentar a qualidade e promover o desempenho permanentes da cadeia de suprimentos visando mitigar riscos e obter ecoeficiência, assim como garantir a participação das empresas nos mercados nacional e internacional de combustíveis

sustentáveis por meio de certificações. “Para nós é muito importante ter o Santander seguindo em conjunto com este programa, pois fortalece a crença de que somos, no Brasil, exemplo de produção de matérias-primas e de biocombustíveis com sustentabilidade”, completou Battistella.

Além de duas unidades produtivas no país, uma em Passo Fundo (RS) e outra em Marialva (PR), a BSBIOS também conta com uma unidade de produção na Suíça e conduz o projeto de construção da biorrefinaria Omega Green, no Paraguai, que irá produzir biocombustíveis avançados a partir de 2025. Recentemente, a companhia também anunciou o projeto de implantação de uma unidade de produção de etanol no Rio Grande do Sul.

Contrapartidas

Neste novo financiamento, os compromissos assumidos pela BSBIOS estão ligados ao aumento da participação do volume de gorduras animais como matéria-prima e à geração de Créditos de Descarbonização (CBIOS) oriunda de fornecedores participantes do Programa 2SC. Por meio desta iniciativa, o fornecedor de matéria-prima terá acesso tanto a benefícios financeiros, como a incentivos relacionados à temática ESG.

A empresa assinou recentemente, com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), o Termo de Cooperação para capacitação de fornecedores do Programa 2SC.

Na primeira operação entre Santander e BSBIOS, o compromisso assumido estava vinculado à ampliação do programa Ser Sustentável, que tem como parceira a Cooperativa Amigos do Meio Ambiente (COAMA). A instituição já atua com recicladores e possui licença ambiental para fazer o recolhimento de óleo de cozinha usado de estabelecimentos comerciais e de residências.

A iniciativa está instalando novos pontos de coleta e fornecendo mais equipamentos para acondicionamento no transporte do óleo coletado. O grupo de voluntariado da empresa promove capacitações constantes em temas de gestão do negócio para os cooperados, além de dar suporte para articulação junto aos setores público e privado para ampliar a rede de coleta de óleo, gerando engajamento de toda a comunidade de Passo Fundo. O óleo coletado tem como destino a produção de biodiesel, completando o ciclo da economia circular.

Comunicação GTPS

comunicacao@gtps.org.br
+55 (11) 98945-5217