Clipping
23.03.22

Plataforma online vai facilitar a mensuração do balanço de carbono nas fazendas

Produtores rurais de todo o Brasil poderão medir, em breve, o balanço de carbono das fazendas por meio de uma plataforma do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora). A novidade chamada Carbon on Track será lançada em abril e tem o objetivo de seguir a trilha da agropecuária de baixo carbono brasileira.

Em participação no quadro Pecuária Sustentável na Prática, realizado pelo Planeta Campo em parceria com o Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS), Isabel Garcia-Drigo, que é gerente de clima e cadeias agro do Imaflora disse que a entidade já acompanha o balanço de carbono de diferentes cadeias produtivas há uma década. “O Imaflora já faz as mensurações do balanço de carbono de sistemas produtivos agrícolas e pecuários há 10 anos e a gente continua fazendo isso, então tem todo um trabalho de coleta de dados junto às propriedades produtoras, seja de soja, seja uma propriedade produtora de gado para pecuária, seja de café. Então tem toda uma coleta de dados, um tratamento desses dados e, realmente, um cálculo do balanço de carbono”.

A plataforma digital deve facilitar o acesso de produtores e empresas a esses dados com toda a privacidade. “Todo esse conjunto de dados sobe para uma plataforma digital com painéis que são de acesso exclusivo dos produtores ou da indústria, seja uma indústria frigorífica, seja uma trading de soja que está ali olhando a pegada de carbono dos seus fornecedores, eles têm acesso exclusivo, onde eles podem ver dados de cada fazenda e acompanhar isso ao longo do tempo. É essa a facilidade ou, como se diz na linguagem da tecnologia da informação, a usabilidade da plataforma”, afirma Isabel.

Essa plataforma pode ser utilizada para acompanhar a neutralidade da fazenda com relação às emissões de carbono ou até pra certificar a produção com o objetivo de acessar o mercado de créditos de carbono no futuro. “Então, a plataforma pode comunicar as várias fases de um projeto de agropecuária de baixo carbono e a gente vai ter casos em que os produtores fizeram o balanço, eles têm a conta e eles podem gerar relatórios na própria plataforma, de uma forma com dados amigáveis, com gráficos e reportar isso sem uma certificação. Mas também nós temos já parceiros do café, da pecuária de corte, que buscaram a certificação com parceiros que fazem certificação com o imaflora, que são certificadoras, inclusive globais, e eles vão ter sim o balanço atestado, com certificado”, explica a gerente do Imaflora.

Isabel também ressalta que o Carbon on Track é uma ferramenta importante para contribuir com a imagem do setor e valorizar os pecuaristas que produzem com boas práticas ambientais. “Ele veio no sentido da gente dar visibilidade, demonstrar quem já está nessa trilha da neutralização e isso é super importante para que outros vejam que é possível fazer, vejam quem está fazendo e possam se inspirar também”.

Confira o quadro Pecuária Sustentável na Prática no programa Planeta Campo:

*Artigo publicado originalmente no portal Planeta Campo.

Comunicação GTPS

comunicacao@gtps.org.br

+55 (11) 98945-5217