Clipping
24.03.22

JBS firma parceria com bancos para financiar ações ambientais no campo

A JBS, líder global em alimentos à base de proteína, acaba de fechar parcerias com o Banco do Brasil e o Bradesco para facilitar o acesso a crédito rural aos produtores de sua cadeia de fornecimento. Com apoio dos Escritórios Verdes da companhia, pecuaristas poderão obter recursos para financiar ações de regularização ambiental, contribuindo para uma cadeia produtiva cada vez mais sustentável.

A parceria tem como objetivo conectar esses produtores ao Bradesco e ao BB, líder na concessão de crédito rural e que mantém como tradição o fomento ao agronegócio e ao desenvolvimento econômico do País. Os Escritórios Verdes, iniciativa pioneira da JBS para apoiar seus fornecedores, farão a avaliação das necessidades de cada produtor para que eles busquem o financiamento necessário à adoção de boas práticas ambientais.  Os bancos, por meio de sua equipe técnica, auxiliarão na adequação dos projetos e na indicação da linha de crédito ideal para cada situação.

Dessa forma, a JBS, o Bradesco e o Banco do Brasil demonstram alinhamento com as tendências de gestão integrada e com a importância do papel transformador na sociedade, ampliando as áreas de atuação para incentivar os produtores a formalizarem suas terras.  A ação conjunta agrega valor para o campo e para o Brasil, pois fornece condições para o produtor providenciar a adequação ambiental de seu imóvel rural com toda a tranquilidade e conveniência.

“Esse é mais um esforço da JBS em prol de uma cadeia de fornecimento sustentável. Nosso principal objetivo é ajudar os pecuaristas a resolver seus passivos ambientais de acordo com a legislação brasileira. É isso o que buscamos com os Escritórios Verdes. A parceria com bancos, como o Banco do Brasil e o Bradesco, dá ainda mais força a esse objetivo”, afirma Renato Costa, presidente da Friboi.

Eleito pelo segundo ano consecutivo o banco mais sustentável do mundo pelo ranking Global 100, em 2021, o Banco do Brasil lançou 10 Compromissos em Sustentabilidade, com metas para um mundo mais sustentável, dentre os quais se destaca o fomento à Agricultura Sustentável, com o objetivo de alcançar o saldo de R$ 125 bilhões até 2025. Atualmente já são mais de R$ 121,5 bilhões destinados pelo BB.

Associado à Rede ILPF (Integração Lavoura Pecuária Floresta), que trabalha para acelerar a adoção das tecnologias ILPF por produtores rurais, o Bradesco entende que essa parceria contribui com a sustentabilidade deste importante setor da economia brasileira.

A maior parte dos recursos direcionados pelo Bradesco para essa parceria será oriundo do próprio banco, viabilizados através da Cédula do Produto Rural (CPR). Além disso, a iniciativa poderá contar também com os recursos direcionados de depósito à vista e dos programas de fomento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), quando disponíveis.

Escritórios Verdes   

Com o objetivo de auxiliar os pecuaristas de todo o Brasil a atender aos seus critérios socioambientais, a JBS conta com 15 Escritórios Verdes em unidades de processamento de diferentes regiões-chave para as atividades pecuárias, nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Pará e Rondônia. O serviço oferece suporte gratuito para produtores que possuem restrições ambientais, visando a regularização ambiental de suas propriedades.

Os Escritórios Verdes contam com equipes de profissionais especializados que têm acesso às ferramentas necessárias para diagnosticar os problemas e os respectivos caminhos para solução, além de uma rede de consultorias habilitadas, que atuam junto ao pecuarista para auxiliar em sua regularização ambiental.

*Artigo publicado originalmente no portal JBS.

Comunicação GTPS

comunicacao@gtps.org.br
+55 (11) 98945-5217