Clipping
06.05.22

Fórum apresenta soluções para o metano na pecuária

Evento realizado nesta quarta e quinta-feira mostrou como o setor pode contribuir com o mundo no enfrentamento às mudanças climáticas

Cases de projetos que aliam produtividade e sustentabilidade, palestras e discussões esclarecedoras sobre o comportamento do gás metano, tecnologias para reduzir as emissões da agropecuária, todos estes temas, e muitos outros, fizeram parte do Fórum Metano na Pecuária, realizado em parceria pela JBS e Silvateam.

O segundo e último dia do evento começou com a participação de Maurício Palma Nogueira, da Athenagro, falando sobre a Intensificação do modelo pecuário brasileiro e as emissões entéricas em uma apresentação repleta de dados do setor.

Maurício afirmou que “quanto mais carbono tiver no solo, mais dinheiro o produtor vai ganhar”. Opinião compartilhada por Roberto Giolo de Almeida, pesquisador da Embrapa, que ressaltou que o estoque de carbono promove fertilidade e conserva água, que são aspectos essenciais para a produtividade das forragens.

O Fórum também teve diversas palestras, inclusive com participações internacionais, dedicadas especificamente ao tema do metano. Juan Tricarico, do Dairy Inc., falou sobre como a indústria de lácteos dos Estados Unidos pode ser uma solução ambiental para o planeta por meio do uso de tecnologias para otimizar as emissões.

O metano na cadeia produtiva de leite também foi o tema da palestra de Andrea Formigoni, professor da Universidade de Bologna. Porém, o foco nesta discussão foi a indústria de laticínios italiana.

Darren Henry, professor da Universidade da Geórgia explicou sobre a relação entre a redução das emissões de metano e o aumento da eficiência dos animais. Uma vez que o gás causa o desperdício de cerca de 12% de energia no gado.

Maik Kindermann e Luiz Fernando Tamassia, ambos diretores da área de inovação da DSM, falaram sobre o Bovaer. O produto é a primeira tecnologia registrada para reduzir as emissões entéricas de metano e pode chegar a diminuí-las em até 90%.

Ainda falando sobre aditivos alimentares, Marcelo Manella, da SilvaFeed, unidade de negócios da Silvateam, explicou sobre os diversos benefícios do Tanino para melhorar a eficiência alimentar dos animais, aumentar o ganho de peso e ainda reduzir as emissões.

Fabio Dias, que é diretor de relacionamento com os pecuaristas da Friboi, também participou do evento e falou sobre os esforços da JBS no caminho para honrar o compromisso de ser Net Zero até 2040.

Até a utilização de óleos essenciais para melhorar o trato ruminal dos bovinos foi tema de palestra. E quem trouxe diversos dados animadores de pesquisas sobre o assunto foi o pesquisador do Instituto de Zootecnia de São Paulo (IZ), Eduardo Marostegan de Paula.

O Fórum também contou com a apresentação do case da Fazenda Roncador, na qual o produtor Pelerson Penido Dalla Vecchia alia produtividade e sequestro de carbono.

A regulamentação do mercado de emissões da Califórnia, bem como as oportunidades do mercado de créditos de carbono e os desafios da indústria da moda relacionados a utilização de couro, também foram temas de palestras durante o evento. Quem participou trazendo cada um destes assuntos para o centro dos debates foram, respectivamente, os palestrantes Michael Boccadoro, presidente da West Coast Advisors; Henrique Pereira, cofundador e diretor da Way Carbon; e Frederico Brugnoli, CEO da Spin 360.

Comunicação GTPS

comunicacao@gtps.org.br

+55 (11) 98945-5217