GTPS na mídia
11.04.22

Ferramenta avalia nível de sustentabilidade na pecuária de corte

A ferramenta fornece orientações que vão auxiliar na avaliação do nível de sustentabilidade da atividade

Uma ferramenta para auxiliar na avaliação do nível de sustentabilidade da fazenda está sendo disponibilizada aos pecuaristas de corte. O GIPS, Guia de Indicadores da Pecuária Sustentável, aponta o que deve ser melhorado e sugere como isso pode ser feito, com base na legislação brasileira, protocolos de boas práticas e em princípios globais de sustentabilidade. Para isso, a SIA, Serviço de Inteligência em Agronegócios, conta agora com nove aplicadores credenciados para auxiliar pecuaristas rumo ao crescimento sustentável dos sistemas produtivos.

O GIPS é uma ferramenta do GTPS, a Mesa Brasileira da Pecuária Sustentável. A entidade promove o desenvolvimento de uma pecuária sustentável, a partir da articulação da cadeia, melhoria contínua e disseminação da informação e a SIA é uma das organizações associadas.

De acordo com a gerente executiva do GTPS, Luiza Bruscato, o GIPS abre a porteira para o desenvolvimento fornecendo orientações na forma de indicadores que vão auxiliar na avaliação do nível de sustentabilidade da atividade. “É uma ferramenta de apoio nessa jornada que é oferecida de forma gratuita, confidencial e autodeclaratória”, afirma, destacando que a ferramenta está disponível pelo site www.gips.org.br.

O GIPS avalia o sistema de gestão e produção, além de mensurar e comparar o desempenho. Entre seus benefícios, Luiza destaca que “a ferramenta serve como instrumento de gestão que possibilita a melhoria contínua, o estabelecimento de um plano de ação, diretrizes de investimento e estratégias de comunicação com credibilidade que podem resultar em uma diferenciação de mercado”, finaliza.

Comunicação GTPS

comunicacao@gtps.org.br

+55 (11) 98945-5217