Clipping
01.02.2021

“Esse boi é do bem” e a Minerva tem o QR Code para provar

Com certeza você já se perguntou “de onde vêm” os alimentos que consome ou sobre como são produzidos. Muito além da curiosidade, os consumidores cada vez mais buscam transparência sobre a procedência daquilo que compram, tentam entender se (ou como) a produção impacta pessoas e o meio ambiente, e o que a empresa faz para retribuir e preservar recursos necessários para a sua criação.

Pensando nisso, a Minerva Foods está dando um novo passo em direção à sustentabilidade e lançando o QR Code com informações sobre a origem do gado nas embalagens de sua linha Estância 92.

Ao escanear a imagem com um smartphone ou tablet, o consumidor passa a ter acesso a uma página repleta de informações sobre a região onde o animal foi criado, os cuidados realizados desde o campo e detalhes do respectivo corte da embalagem.

A novidade está nas prateleiras inicialmente com a linha Estância 92 nos estados de São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Rondônia e Tocantins – mas em breve chegará também à linha Minerva Angus.

“O consumidor está cada vez mais exigente, mas não só na qualidade daquilo que compra. Hoje ele olha muito além, quer saber sobre questões que muitas vezes estão relacionadas a princípios, por exemplo. Assim, entendemos que seria uma oportunidade interessante para compartilhar mais informações, como processos produtivos, sobre a rastreabilidade do gado e região de origem”, reforça Taciano Custodio, diretor de sustentabilidade da Minerva Foods.

A ideia foi simplificar desde o início e, por isso, a escolha da tecnologia. “O QR Code é um mecanismo já habitual no dia a dia, por isso, enxergamos uma oportunidade de oferecer uma nova experiência para nossos consumidores, que se estenda até o momento pós-compra, de maneira simples e prática. É a experiência que vai além do sensorial, se assim podemos dizer”, conclui o executivo.

O acesso de forma rápida e dinâmica contribui para a relação mais transparente, já que o portal ainda contempla resultados de auditorias independentes e do Ministério Público Federal, certificações sobre sustentabilidade, bem como informações relacionadas ao bem-estar animal e ao próprio corte – com dica de preparo.

Mas, claro que, além de comunicar, é preciso ouvir. E a empresa também se preocupou com isso e dedicou um espaço para o feedback dos consumidores, que podem fazer uma avaliação sobre a plataforma e o conteúdo compartilhado.

Esse é mais um avanço da companhia, que tem a sustentabilidade como um de seus principais pilares, orientando negócios e fomentando o desenvolvimento de novas soluções para reforçar sua atuação socioresponsável. Como exemplo de resultado do esforço da Minerva Foods e seus investimentos em diversas iniciativas sustentáveis, recentemente a empresa conquistou a 2ª posição no Ranking Forest 500, promovido pela Global Canopy, como uma das empresas processadoras de carne bovina que apresenta os menores riscos de vínculo com o desmatamento ou de potencial exposição a cadeias de fornecimento de commodities de risco florestal.

A Minerva Foods faz um amplo monitoramento de seus fornecedores diretos nos Biomas Amazônia e Cerrado, com 100% das propriedades mapeadas. Tamanho comprometimento em manter a conformidade de seus fornecedores posicionou a companhia com os melhores resultados do setor de proteína animal também nas auditorias realizadas pelo Ministério Público Federal, disponíveis para consulta no recente estudo realizado pela ONG Amigos da Terra.

 

– Conteúdo publicado no  portal Brazil Journal, em 01/02/2021.

Comunicação GTPS

Paulo Zappa

comunicacao@gtps.org.br

+55 (11) 98945-5217