Clipping
04.11.2021

COP26: Embrapa mostra agricultura baseada na ciência

O produtor Caio Penido, mentor da Liga do Araguaia, movimento que reúne pecuaristas da região da Serra do Roncador, em Mato Grosso, e atual presidente do IMAC (Instituto Mato-Grossense da Carne) participa da COP26, que acontece em Glasgow, na Escócia, até o dia 12 de novembro.

Penido conversou com Celso Moretti, presidente da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária). Moretti fala de sua passagem pela Dinamarca, no encontro do G20, antes de chegar à COP, e de suas primeiras impressões sobre o evento.

“Estivemos juntos na Dinamarca na semana passada. Realizamos uma série de encontros bilaterais com parceiros públicos e privados. Tivemos a oportunidade de fazer uma apresentação mostrando a nossa agricultura movida à ciência e ficou muito claro para mim que o Brasil, os produtores, e o agro brasileiro vêm fazendo o seu papel, implementando e aplicando tecnologias de descarbonização, sistema de plantio direto, fixação biológica de nitrogênio, integração lavoura-pecuária-floresta. E o que nós percebemos lá na Dinamarca foi que ainda tem um discurso de que vão começar a fazer, de que vão implementar ações, mas durante todo o dia do seminário não foi possível perceber ações reais de implementação, pelo menos não no agro. Eles são muito fortes na área de energia, mas no agro isso não foi possível. E agora estamos aqui juntos na COP em Glasgow para apresentar a agricultura movida a ciência, competitiva e sustentável. É possível produzir e preservar no Brasil.

*Caio Penido passa a ser colunista da Forbes a partir deste mês, para falar sobre sustentabilidade ambiental, produção e os desafios da descarbonização do planeta.

*Artigo publicado originalmente no portal Forbes.

Comunicação GTPS

Flávia Feris

comunicacao@gtps.org.br

+55 (11) 98945-5217