GTPS na mídia
10.01.23

A sustentabilidade do agronegócio é tema do próximo episódio de Foco ESG

Especialistas explicam por que o setor é um dos mais cobrados quanto à preservação ambiental; assista

Foco ESG desta 4ª feira (11.jan) vai analisar como os parâmetros de análise de impacto dos negócios no meio ambiente, na sociedade e na governança corporativa estão influenciando o agronegócio.

Mesmo com poucas empresas, apenas as gigantes ocupando o ranking da bolsa de valores brasileira (B3), as médias e pequenas, fornecedoras de matérias-primas, acabam tendo que se adaptar.

Temas como desmatamento, monocultura nas fazendas, bem-estar animal, qualidade das condições de trabalho e muito mais, estão no radar dos empresários rurais e dos agroindustriários.

Para explicar como está esse processo atualmente, o Foco ESG recebe Eduardo Trevisan, gerente de projetos e serviços do Instituto de Manejo e Certificação Florestal Agrícola (Imaflora).

“Acho que o agro, primeiro, ele precisa entender que o desmatamento é um problema para o Brasil, tanto do ponto de vista da imagem externa, mas principalmente pelas mudanças que podem acontecer no clima (…) É interesse tanto do setor produtivo quanto da sociedade a conservação dos ecossistemas. (…) Entender que o problema existe e ajudar, ou fazer parte da solução, acho que é fundamental. Acho que esse ainda é um passo que o agro pode dar, buscando formas de apoiar iniciativas, de trabalhar em conjunto com entidades públicas e privadas, justamente para que o desmatamento, ilegal principalmente, acabe de uma vez”, considera ele.

Como exemplo de boa prática, tem a participação da Mesa Brasileira da Pecuária Sustentável (GTPS). É um grupo de pecuaristas que se adiantou às exigências do mercado, diminuindo os riscos de perder clientes.

“A gente acredita, no GTPS, que a sustentabilidade é um caminho, é uma jornada a ser percorrida. É um processo de melhoria continuo. Então, o produto vai ter acesso ali a qual nível ele está, qual é o próximo passo, e como ele faz para chegar lá”, disse Luiza Bruscato, diretora-executiva do GTPS.

O 6º episódio do Foco ESG está cheio de exemplos para inspirar o agronegócio brasileiro, que já é referência no mundo em produtividade e sustentabilidade: “A gente tem uma qualidade única no nosso país por conta do clima tropicalizado. Então, a gente consegue produzir até 3 safras na mesma área: soja, milho e carne, boi ali na mesma área, durante o ano. O que é único, nenhum outro país consegue porque eles têm frio, neve, enfim, o clima não é propício para isso. Então, a gente já está otimizando o uso de solo. (…) E a gente tem ainda a oportunidade da quarta safra que seria essa venda por pagamentos de serviços ambientais, sequestro de carbono, mercado de carbono. Então, sem dúvidas, o Brasil tem todo o potencial para ser o país mais sustentável e exemplo para o mundo. (…) Mas, ao mesmo tempo, vem aí grandes desafios, até pelo nosso tamanho”, comentou Luiza.

Foco ESG vai ao ar toda 4ª feira, às 11h da manhã, no canal do SBT News no Youtube, na plataforma SBT Vídeos e nos aplicativos de áudio – Deezer e Spotify. Assista agora ao 6º episódio:

Comunicação GTPS

comunicacao@gtps.org.br
+55 (11) 98945-5217