Associados do GTPS definem planejamento estratégico

Associados do GTPS definem planejamento estratégico

Nas próximas terça e quarta-feira, 18 e 19 de fevereiro, os associados do Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS) irão se reunir na sede do IZ – Instituto de Zootecnia, em Nova Odessa, interior de São Paulo, para definir e alinhar seu planejamento estratégico com o objetivo de alcançar a sustentabilidade no setor da pecuária e seu papel nesse processo. O planejamento conta com parte da verba da Fundação Gordon e Betty Moore, no valor de US$ 400 mil, destinados também à melhoria da governança para a sustentabilidade da cadeia pecuária.

Durante os dois dias, os representantes de todos os elos da cadeia da pecuária irão identificar as tendências e demandas da pecuária sustentável e revisitar as barreiras e soluções potenciais, tais como incentivos, assistência técnica, certificação, divulgação de informações, desenvolvimento de políticas e monitoramento. ”Essas soluções serão definidas com um foco particular sobre o papel que o GTPS, como um grupo multistakeholder, deve ou não assumir”, declara Eduardo Bastos, presidente do GTPS.

Ainda de acordo com Bastos, o encontro irá identificar o nicho de atuação do grupo em relação aos membros e outras partes interessadas. “Queremos definir nossos pontos fortes e quais tipos de estratégias o GTPS irá perseguir, assim como aquelas que devem ser deixadas para outros atores do processo”, afirma.

INDICADORES SETORIAIS

O GTPS irá discutir de que maneira os indicadores de melhoria continua serão utilizados e entender quais suas várias aplicações potenciais, que podem incluir, por exemplo, links para os programas de rastreabilidade, programas de garantia de qualidade, auto-avaliação, comunicação voluntária e outros usos. Os indicadores setoriais serão finalizados com o recurso de aproximadamente R$ 3 milhões disponibilizados pela ONG Solidaridad por meio do Farmer Support Programme(FSP), fundo do governo holandês.

Desde agosto de 2012 o GTPS implementa o Programa Pecuária Sustentável na Prática, cujo objetivo é desenvolver e testar mecanismos e ferramentas para uma produção mais sustentável, em diversas regiões do País. Ao final de 2015, ano de conclusão do projeto, o programa terá compilado um Guia de Pecuária Sustentável e um modelo de capacitação de multiplicadores de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), além dos indicadores.

Além do financiamento do FSP, o programa conta com a verba de aproximadamente R$ 9 milhões por meio de contrapartidas dos próprios associados e parceiros locais.

By | 2017-09-01T11:53:09+00:00 Março 27th, 2014|Notícias|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment